1

Pedestre leve

Pisos residenciais, sobretudo com revestimentos

Drenagem do terreno, nivelamento adequada do piso para o revestimento; cura

Desempenho comum

2

Pedestre

Escritórios e Igrejas;

Normalmente com revestimento decorativos

Tolerâncias superficiais (inclusive pisos elevados); agregado antiderrapante em áreas específicas, agregados minerais coloridos; endurecedores ou agregados expostos; layout artístico de juntas

Desempenho comum; acabamento antiderrapante onde necessário

3

Pedestres e Rodas Pneumáticas

Passeios externos, pistas, pisos de garagem, calçadas

Drenagem do terreno; incorporador de ar adequado; cuidados especiais com a cura

Desempenadeira manual, rodo ou acabamento com esponja

4

Pedestre e tráfego de veículos leves

Comercial

nivelamento adequada do piso para o revestimento; acabamento antiderrapante para áreas específicas; cuidados especiais com a cura

Acabamento normal com acabadora mecânica

5

Tráfego de veículos industriais com rodas pneumáticas

Pisos industriais sujeitos a cargas leves em áreas de fabricação, processamento e depósito

Base bem executada e uniforme; regularidade superficial; layout de juntas; resistência à abrasão; cuidados especiais com a cura

Acabamento intenso com acabadora de superfície mecânica

6

Tráfego de veículos industriais com rodas rígidas

Pisos industriais sujeitos tráfego intenso; podendo estar sujeito ao impacto de cargas

Base bem executada e uniforme; regularidade superficial; layout de juntas; mecanismos de transferencia de cargas; resistência à abrasão; cuidados com a cura

Agregados metálicos ou minerais; acabamento intenso com acabadora superfície mecânica, repetidas vezes

7

Tráfego de veículos industriais com rodas rígidas

Pisos com camadas superficiais aderidas sujeitos a tráfego intenso e impacto.

Camada de base – Base bem executada e uniforme; nivelamento da superfície; armadura de retração; layout de juntas; cuidados com a cura

Camada superficial – composta de agregado bem graduado todo mineral ou todo metálico aplicado cobrindo a superfície de alta resistência para endurecer; regularidade superficial, cuidados especiais com a cura

Superfície com textura e limpeza adequadas para permitir a aderência da camada superficial de recobrimento.

Acabadoras de superfície mecânica com disco ou com pás, repetidas vezes

8

Como nas classes 4, 5 ou 6

Camadas superficiais não aderidas – Pisos isolados para câmaras frigorificas, pisos velhos, ou onde o cronograma da construção ditar.

Isolar da superfície antiga; utilizar armadura; espessura mínima de 7,5 cm; resistência à abrasão; cuidados com a cura

Acabamento intenso com acabadora de superfície mecânica

9

Superflat ou com tolerâncias superficiais rígidas. Veículos especiais de movimentação de materiais ou automatizados que requeiram tolerância precisas.

Corredores estreitos, almoxarifados com alturas elevadas de estocagem, estúdios de televisão.

Exigências de qualidade do concreto diversas. Salgamentos para endurecimento de superfície não devem ser usados a menos em aplicações especiais e com muito cuidado no emprego. ; layout de juntas próprio. Ff 35 a Ff 125 (Fmin 100 é um piso superflat)

 

Tabela de classificação de pisos – extraída da ACI - 302
Classe

Tipo de Tráfego
Previsto

Uso
Considerações
Especiais
Acabamento
Final